Anúncios no Facebook … Quem nunca tentou fazer? Quem acha que o retorno dos mesmos deixa imenso a desejar? Quem acha que não os fez da melhor forma?

A verdade é que o Facebook é ainda uma das redes sociais preferidas dos portugueses.

De acordo com um estudo recente da Multidados, 96,3% dos portugueses acedem diariamente à mesma.

Assim, investir em anúncios pagos nesta rede social pode ser uma excelente estratégia de venda.

Mas, infelizmente, muitos empresários acabam por investir sem saberem ao certo o que estão a fazer.

Embora os anúncios não necessitem de um grande investimento, se estiver a criá-los constantemente ou a promover posts de forma frequente, sem ter um objetivo… Vai claramente gastar mais do que irá ter de retorno!

De seguida damos-lhe umas dicas simples que vão ajudar a estruturar um anúncio eficazmente!

Anúncios no Facebook: O que deve considerar em primeiro lugar

fale com o target

A maior parte dos empresários começa por definir um budget para marketing de redes sociais! Não é que isso seja uma má estratégia!

Mas, antes mesmo de definir qual o valor que quer gastar, defina objetivos, personas e formas distintas de alcançar os mesmos!

Utilizar as redes sociais – independentemente de quais forem – é um investimento certeiro para o seu negócio!

Contudo, se não sabe o que é que quer que o seu (potencial) cliente faça depois de ver o mesmo, acredite, vai estar a desperdiçar dinheiro. Assim sendo, antes de avançar pare e pergunte:

O que é que quero que o meu cliente faça quando vir os meus anúncios no Facebook?

Pode parecer à primeira vista uma questão simples de ser respondida.

Provavelmente vai responder que quer que ele o conheça e compre o seu produto ou contrate os seus serviços. É um objetivo válido! No entanto, não é algo assim tão simples nem linear.

Saiba de antemão, que os anúncios em redes sociais para serem eficientes, devem ter apenas um objetivo.

O próprio Facebook tem uma série de objetivos que têm em consideração as suas necessidades.

Assim sendo, para que o seu potencial cliente faça aquilo que você quer, cada anúncio tem de ter um CTA (Call To Action) atrativo e claro.

A par disso, relembre-se que não existe apenas uma única tipologia de anúncios no Facebook.

Existem diversas formas e tamanhos, e o que vai definir o sucesso da sua campanha é a correta utilização dos mesmos.

Quais os principais motivos para investir em anúncios pagos

criar objetivo

Quem quer anunciar no Facebook, fá-lo essencialmente através do Facebook Ads, a plataforma de anúncios vinculada a esta rede social.

Através da mesma é possível criar e gerir uma ampla gama de campanhas. As mesmas vão ser segmentadas para um determinado target, podendo utilizar diversos formatos.

Tal como acontece com o Google Adwords, os anúncios criados no Facebook também permitem o controlo a 100% do orçamento.

A par disso, pode também analisar o ROI e testar segmentos e formatos de anúncios.

É também importante considerar, que o Facebook é a plataforma mais interessante quando o seu objetivo passa por alcançar clientes:

  • Por estilo de vida
  • Hábitos de consumo
  • Determinados interesses

Contudo, é muito comum ouviu as empresas B2B dizerem “o meu cliente ideal não está no Facebook”!

Pois bem, a verdade é que ele está lá! O que acontece é que provavelmente você não faz a mínima ideia de como o alcançar.

Resumidamente, os principais motivos para estar presente são:

  • Segmentação do target de acordo com o objetivo da campanha
    • Localização
    • Idade, género e idioma
    • Interesses
    • Dados demográficos
    • Posicionamento
    • Públicos personalizados
    • Programas
    • Conexões
    • Segmentação por dispositivos…
  • É a rede social com maior potencial de negócio e relacionamento com o cliente
  • Acompanhamento em tempo real
  • Controlo do orçamento
  • Análise criteriosa do ROI
  • Ampla diversidade de formatos
  • Não existe um valor mínimo de investimento

É ainda importante considerar que hoje em dia os anúncios no Facebook não são tão baratos como antigamente.

Mas, isso não quer dizer que não seja interessante para o seu negócio investir sabiamente nos mesmos.

Boas práticas para planear a sua campanha de Facebook Ads

estrutura de uma campanha

Antes de lhe explicarmos como é que pode criar a sua campanha sem correr o risco de desperdiçar dinheiro, é importante saber como planear.

Planear é a dica básica para qualquer ação de marketing que seja desenvolvida por uma empresa.

Assim, em primeiro lugar pergunte-se:

Quais são os meus objetivos e como é que o Facebook me pode ajudar?

Se não souber onde quer chegar, vai ser complicado definir o caminho.

Deste modo, as dicas que lhe deixamos são:

  • Defina objetivos
  • Defina quais são as métricas e KPI’s que deve acompanhar
  • Escolha bem que é a sua persona e segmente os anúncios pelas diversas personas
  • Seja criativo aquando da implementação da campanha
  • Sempre que possível, crie histórias

Lembre-se que a tipologia de campanha que vai desenvolver, está intrinsecamente ligada aos seus objetivos.

Não quer desperdiçar dinheiro com anúncios? Conheça as nossas dicas

Como funcionam os anúncios no Facebook? Esta é uma questão muito comum por parte de quem não tem por hábito criar campanhas.

Acredite que não é difícil e apenas precisa considerar de forma resumida 4 aspetos: objetivo, escolha do orçamento, anúncio e teste.

Iremos explicar-lhe melhor cada um destes pontos de seguida.

1 – Definição do objetivo

objetivos de marketing

Tal como dissemos anteriormente, existem diversos tipos de objetivos que pode considerar quando criar os anúncios no Facebook.

Desta forma, é essencial que a campanha vá de encontro a esse (ou esses) objetivo. E porquê?

Para não investir dinheiro desnecessariamente sem ter o retorno esperado. Alguns dos objetivos mais comuns são:

  • Divulgação da marca
  • Maior alcance
  • Gerar tráfego para o site ou para uma landing page
  • Instalação de uma aplicação para o telemóvel
  • Gerar Leads
  • Visualizar um vídeo
  • Visitas à loja (física ou online)
  • Envio de mensagem
  • Conversão de clientes

É importante saber que pode escolher mais do que um objetivo.

Contudo, no que concerne a conceção das campanhas, deve fazer uma para cada objetivo que tenha definido. Desta forma garante que o copy, as imagens e o CTA são específicos para levar o leitor a fazer aquilo que você quer.

2 – Escolha o target e orçamento

O segundo passo para não desperdiçar dinheiro com anúncios no Facebook passa por definir corretamente o target.

Assim sendo, através das informações que já tem sobre o seu público alvo, deve selecionar os dados demográficos que representam o mesmo.

target

De seguida, terá de definir onde quer que os anúncios sejam publicados! Pode publicar no Facebook, Instagram, nas apps e sites da Audience Network ou em todos ao mesmo tempo.

Outra questão a considerar é que pode também definir neste ponto quais os dispositivos que pretende alcançar.

locais de publicação

Seguidamente introduza o seu orçamento diário ou para toda a duração da campanha. A par desse ponto, deve também definir (se souber) qual a duração total da campanha.

orçamento e horario

3 – Escolha do formato do anúncio

formato anuncios

Existem diversas tipologias de anúncios, com tamanhos diferentes e que foram amplamente testadas para satisfazer determinadas necessidades e objetivos de negócio.

Assim, tente escolher a que mais se adapta aquilo que pretende do seu cliente. O próprio Facebook disponibiliza um tutorial gratuito que o pode ajudar. Alguns dos exemplos são:

  • Anúncios de eventos – Ajudam a promover um evento específico – workshop, webinar, festa…
  • Anúncio de ofertas – Ajudam a promover determinada oferta que tenha para o cliente – pode ser um voucher, um acesso gratuito a algo, um ebook, imagens…
  • Patrocínio de post – Ajudam a promover e dar mais visibilidade a um tema específico que partilhou na sua página
  • Anúncio padrão – Ajuda a promover todas as outras ações genéricas de comunicação do seu negócio
  • Anúncios de leads – Recolhe leads em dispositivos móveis
  • Anúncios dinâmicos – Promove os produtos do seu catálogo junto das pessoas certas e de forma automática
  • Anúncios de ligação – Encaminha as pessoas para o site de forma a obterem mais informação

A par destas tipologias de anúncio, existem ainda alguns formatos de anúncio a considerar, nomeadamente:

  • Imagem única – Permite até 6 anúncios com imagens únicas
  • Carrossel – Crie um anúncio com 2 ou mais imagens ou vídeos navegáveis
  • Vídeo único – Crie um anúncio com um vídeo ou transforme imagens isoladas num vídeo
  • Apresentação – Permite a criação de um vídeo em repetição com um máximo de 10 imagens  

Depois de definir a tipologia e o formato, está na hora de começar a desenvolver o copy e toda a parte criativa do seu anúncio.

4 – Testar e corrigir

analisar e medir

Esta é a parte mais importante e que vai fazer com que não desperdice dinheiro com anúncios errados no Facebook.

Saiba que nenhuma campanha é estanque. Ou seja, qualquer campanha que faça, pode fazer em tempo real todo o tipo de ajustes e correções. Só assim vai garantir que a mesma funciona corretamente.

É importante salientar, que nem mesmo os profissionais de marketing acertam na maioria das vezes à primeira tentativa.

Assim sendo, é importante testar diversos fatores (como o público-alvo, os melhores horários, as diferentes CTA…) para criar a campanha perfeita.

No fim, é sempre possível analisar o desempenho dos seus anúncios, e mesmo que não tenham corrido exatamente da maneira que você queria, vai poder tirar ilações sobre os seus clientes, que o vão ajudar de forma consciente a melhorar no futuro.

Agora que já sabe como não desperdiçar dinheiro com os anúncios no Facebook, já não existe nenhum motivo para não começar a testar as suas campanhas.

Seja consistente e tenha um objetivo previamente definido. Vai ver que assim é mais simples seguir o caminho para o sucesso!

Se tiver alguma dúvida ou necessitar de alguma ajuda na implementação de campanhas pagas, não hesite em contactar-nos pois estamos à sua inteira disposição para qualquer esclarecimento adicional.