Quem trabalha numa área criativa, provavelmente já se deve ter se deparado com o maior vilão da produtividade: o bloqueio criativo!

Quantas vezes o deadline de entrega do projeto se aproximava sem que conseguisse ter uma boa ideia? Quantas vezes começou a escrever um conteúdo para o blog e reescreveu a mesma frase 10 vezes?

Bem sabemos o quanto isso pode ser desesperante (e frustrante até certo ponto). Mas não desespere! Isso é completamente natural, apesar de bastante inconveniente.

Saiba que é possível minimizar estes bloqueios de criatividade seguindo algumas dicas. Estas não vão fazer milagres, mas vão certamente ajudá-lo!

Bloqueio criativo: 7 técnicas infalíveis que vão evitar o desespero

Um bloqueio criativo não é nada de outro mundo e não quer dizer que a sua fonte de criatividade se tenha esgotado para sempre.

Na verdade, essa experiência ocorre essencialmente por razões psicológicas ou fisiológicas. Ou seja, pode ter inúmeras causas tão simples como a ausência de uma noite bem dormida ou a ansiedade por estar à espera de um contacto importante.

Na maioria das vezes não é nada de extraordinário! E, o fato de conseguir perceber o motivo pelo qual se sente criativamente bloqueado é meio caminho para conseguir desbloquear a situação. E, independentemente disso, existem dias em que o melhor é mesmo colocar aquela tarefa de lado para retomar no dia seguinte.

Mas se ainda assim tem bloqueios criativos com alguma frequência, deixamos-lhe aqui 7 dicas que certamente vão ajudar a resolver o problema.

1 – Elimine todas as distrações

Quando a causa do bloqueio criativo é a procrastinação, o seu cérebro vai ficar à procura de coisas mais prazerosas para fazer.

Isso significa que provavelmente vai ler as suas mensagens (de todas as plataformas existentes), fazer scroll nas várias redes sociais, fazer todas as ligações que estão pendentes… Ou seja, tudo para evitar ter que lidar com a tarefa que tem em mãos.

Para aumentar o seu foco e, assim, trabalhar a sua criatividade, retire da sua mesa ou do seu campo de visão todos os objetos que o possam distrair.

2 – Priorize a tarefa que precisa ser desenvolvida

Quando existe uma tarefa que nos tira da zona de conforto, temos tendência a “empurrá-la com a barriga”. Ou como quem diz: deixamos andar até à data limite de entrega.

Assim, se precisa criar um texto, um vídeo ou uma imagem, priorize isso. Mesmo que não se sinta 100% inspirado no momento.

Se começar a investir a sua energia noutras atividades, o mais provável é que essa tarefa passe para o dia seguinte (outra vez).

3 – Pratique a escrita livre

O perfeccionismo pode ser o maior inimigo da criatividade. Portanto, se edita ou corrige todas as frases enquanto está a colocar uma ideia no papel, está a travar o fluxo de pensamentos.

O ideal é primeiro escrever tudo o que está na sua mente. Só depois de ter tudo escrito é que deve começar a revisão, fazendo os ajustes necessários.

A tendência é que quanto mais tentar a perfeição, mais dificuldade terá em passar as ideias da sua cabeça para o papel.

4 – Mude de ambiente e ouça música

Muitas vezes mudar o local de trabalho pode ser uma forma de romper a rotina e melhorar a criatividade. Muitas vezes a rotina pode potenciar o bloqueio criativo.

Ao mesmo tempo, ouvir música enquanto trabalha pode ser uma forma de os seus pensamentos se tornarem mais fluidos.

5 – Faça um cronograma de tudo o que tem de entregar

Não há nada pior do que se lembrar de um projeto para entregar 2 ou 3 dias antes do final do prazo. Assim, saiba que a falta de organização também pode estar a prejudicar o seu rendimento causando um bloqueio criativo.

Usar um cronograma ou uma agenda como forma de planeamento pode ajudar a manter o trabalho organizado.

6 – Descansar também faz parte

Quantas vezes após uma noite mal dormida sentiu que demorava 1h a realizar uma tarefa que normalmente não necessita mais do que 15 minutos do seu tempo?

A maior parte dos empresários não têm noção que o cansaço é a maior fonte de bloqueio criativo.

Isso acontece porque o sono é essencial para consolidar, organizar e estruturar as memórias no cérebro. E, isso está diretamente ligado ao processo criativo.

Outra questão é que a exaustão física e mental aumenta o nível de stress e ansiedade! Ou seja, tudo aquilo que não precisamos quando temos de ser criativos.

7 – Partilhe ideias e faça brainstorming

Às vezes a solução para um bloqueio criativo pode estar a poucos metros ou mesmo à distância de uma videoconferência. Quando as ideias estão enroladas na cabeça é complicado colocá-las num papel de forma lógica.

Mas acredite que o ato de conversar com alguém e explicar o que gostaria de escrever ou fazer ajuda a organizar as informações. Depois é só colocá-las em prática.

Como pode ver, combater o bloqueio criativo não tem de ser uma dor de cabeça! Estas 7 dicas simples podem ser realmente um ponto para avançar.