Atualmente o sucesso de um negócio depende muito de estratégias e ferramentas de marketing digital. Além da estratégia de marketing de conteúdo, uma das ferramentas a considerar é a landing page.

Landing pages, em termos simples, são páginas utilizadas para oferecer conteúdo em troca das informações pessoais dos visitantes. Essa estratégia visa conquistar e transformar este visitante em lead e posteriormente em cliente.

Para quem pretende criar uma “página de aterragem”, mas não sabe por onde começar, este guia tem dicas de ouro para que consiga desenvolver a mesma. Deste modo irá dar mais um passo em direção ao sucesso do seu negócio!

Landing page: O que é?

Quando falamos sobre marketing online esta é uma das principais ferramentas de conversão para quem quer angariar clientes e divulgar um produto/serviço ou marca.

É importante frisar que as mesmas são bastante diferenciadas da homepage de um site. Isso pois têm como único objetivo direcionar e incentivar os visitantes a tomarem uma ação específica.

Tal ação pode traduzir-se no fornecimento de e-mail, gostar de uma página nas redes sociais, registar-se numa mailling list… Enfim, existem inúmeras ações que podem ser tomadas.

Mas afinal, qual o principal propósito de uma landing page? Todas essas ações direcionadas aos visitantes têm como objetivo final a conversão. Ou seja, que os visitantes se tornem futuramente, clientes.

Dessa forma, esta é uma ferramenta poderosa que pode aumentar as probabilidades de sucesso de qualquer negócio! Veja agora as dicas valiosas que temos para si.

Como criar uma landing page eficiente com 5 dicas de ouro

Mesmo para quem não é experiente em programação, ou marketing digital, criar esta página não tem muitos segredos.

Seguir as nossas dicas já é um grande passo para começar a desenvolver corretamente a sua. Continue a ler.

1 – O que irá oferecer

A primeira coisa a ter em mente para criar uma lading page é “qual será a oferta?”. Ou seja, o que irá oferecer aos seus visitantes?

É crucial utilizar a imaginação e conhecer muito o público que deseja atingir. Afinal os visitantes só vão tomar a ação desejada caso a oferta seja convidativa.

Por isso, a oferta deve gerar valor para quem visita a sua página. As pessoas devem compreender que benefícios irão obter ao clicarem no CTA (Call to Action).

Algumas opções interessantes são:

  • Ebook
  • Check list
  • Sessão de consultoria
  • Masterclass

2 – O CTA

O CTA é o elemento principal da landing page, já que consiste num texto ou imagem que irá levar o visitante a realizar a ação desejada.

Portanto, o mesmo deve ser claro, objetivo e conciso ao passar a informação acerca da ação que deseja que seja realizada.

Alguns exemplos de CTA são:

  • Baixe agora
  • Aceda ao conteúdo completo
  • Assine a nossa newsletter
  • Experimente por X dias gratuitamente

3 – Título e textos 

Seguindo o exemplo do CTA, o título e textos contidos na landing page devem ser claros e objetivos. O visitante deve compreender o que está a ser oferecido e simultaneamente desejar aquela oferta.

É preciso deixar claro ao visitante que é determinado produto ou serviço que irá receber ao registar os seus dados pessoais.

É essencial não deixar o visitante na dúvida pois pode levar a uma de duas situações:

  • Como não percebe a oferta fica na dúvida e não lhe fornece os dados
  • Recebe a oferta mas não é o que estava à espera e fica frustrado

4 – Design, imagem e conteúdos visuais 

A landing page deve ser criada com um design atraente, e conteúdos visuais que cativem os visitantes.

É importante lembrar que estes conteúdos devem ter ligação com o que está a ser oferecido. E, devem também refletir, dentro do que for possível, as preferências do seu público alvo.

Os elementos visuais são tidos como os principais motivos de conversão de visitantes. Portanto, invista algum tempo nessa parte.

5 – O formulário de preenchimento 

Por fim, mas não menos importante, está o formulário que o visitante irá preencher para ter acesso à oferta.

É fundamental que o formulário esteja acessível, com campos explicativos do que deverá ser preenchido. Isso irá servir para facilitar e estimular o visitante a tomar a ação desejada.

Mas lembre-se, quanto mais campos o formulário tiver, mais difícil será o visitante o preencher.

Algumas informações padrão são o nome e e-mail. Além destes dados essenciais poderá acrescentar o que possa ser relevante para a sua área de atividade.

Agora que conhece as nossas dicas sobre os elementos fundamentais para criar uma landing page, coloque-as em prática e aproxime-se ainda mais do sucesso no mundo dos negócios!