Cada vez mais as empresas começam a perceber a importância do conteúdo para ajudar a alavancar as suas estratégias de venda. Imagine-se quando estava a aprender a andar de bicicleta!

Provavelmente no início não estava muito confiante, tremia sempre que tirava os pés do chão e provavelmente até caiu algumas vezes… Mas, ao final de algum tempo conseguiu manter o equilíbrio e descer a rua.

Pois bem, considere a implementação de uma estratégia de marketing de conteúdos, como aprender a andar de bicicleta. Ao início não vai ver resultados imediatos, mas a longo prazo irá obter ganhos muito superiores.

Há alguns anos atrás descobrir alguma coisa sobre determinado produto ou serviço era quase uma missão impossível. Hoje em dia, basta aceder ao Google e todas as explicações encontram-se à distância de um clique.

Conteúdo: O que é o como pode alavancar o seu negócio

Tudo o que a sua empresa possa produzir é conteúdo, e o mesmo irá fazer parte de uma estratégia de marketing de conteúdos. A mesma tem diversos objetivos! Mas, podemos dizer que o principal é estimular e melhorar o seu relacionamento com o cliente.

Além disso, é uma forma de comunicação que promove a consciencialização da marca e transmite/gera confiança a quem o conhece.

Existem diversas formas de criar conteúdos, nomeadamente:

  • Artigos
  • Livros / eBooks
  • Brochuras / manuais
  • Case Study
  • Infográficos
  • Microsites / landing pages
  • Cursos online
  • Podcasts
  • Apresentações
  • Folhas de dados do produto
  • Guias de referência
  • Bibliotecas de recursos
  • Vídeos
  • Webinars
  • White Papers…
  • Imagens
  • Vídeos

Nenhuma empresa produz conteúdo só porque sim! A mesma tem sempre um objetivo final. Por isso, quando der o primeiro passo, deve ter já definido esse objetivo.

Por exemplo a oferta de um ebook pode ser uma forma de obter o endereço de e-mail de um possível cliente. Se está a oferecer um curso grátis, o objetivo poderá ser fazer com que ele se inscreva numa versão mais completa do curso.

Tendo um objetivo definido, será mais simples perceber se o conteúdo que está a produzir está efetivamente a suportar as suas estratégias de venda.

Sabia que o seu site é a melhor forma de vender online?

Há algum tempo atrás abordamos o tema “Porque a melhor forma de vender é a internet”. Contudo, muitos empresários ainda não entendem o poder que um site tem nas estratégias de venda.

Diariamente o consumidor visita dezenas de sites enquanto procura os produtos ou serviços que necessita. Agora imagine que ele encontra o seu site, existem duas coisas que ele irá reparar imediatamente: o design e o conteúdo do mesmo.

Se o site não foi responsivo, se não tiver certificado de segurança, se não cumprir um determinado número de requisitos, muito provavelmente o cliente irá fechar o seu site e continuar a sua procura.

Hoje em dia, o seu site funciona essencialmente como um colaborador que se encontra online 24 horas por dia, 7 dias por semana. O mesmo fornece informações suficientes a qualquer momento para que o consumidor se sinta seguro em prosseguir com a compra.

Assim sendo, que tipo de conteúdo precisa no seu site para apoiar as estratégias de venda? De forma simples deve investir em copywriting e marketing de conteúdo (sim, são estratégias distintas).

No início, os sites eram apenas uma espécie de brochura online onde os consumidores viam algumas informações sobre a empresa.

De seguida, as empresas começaram a adicionar informações no site, como é o caso de testemunhos, reviews, conteúdos informativos e qualquer outro tipo de informação que fosse válida para atrair visitantes.

E hoje em dia existe finalmente um equilíbrio! Com a evolução das estratégias de marketing digital a maior parte das empresas investe em estratégias integradas desenvolvidas por profissionais.

E, acredite quando lhe dizemos que sem um site atraente e sem conteúdos excelentes, dificilmente vais chegar a pessoas que nunca ouviram falar de si.

Porque é que o marketing de conteúdos falha? Como evitar isso?

A verdade é que existem diversos motivos para uma estratégia de conteúdos falhar, contudo, podemos salientar os seguintes motivos:

  • Não tem o conteúdo certo para o público certo
  • Tem uma estratégia de marketing de conteúdos deficiente
  • Não promove os conteúdos que cria (com gestão de redes sociais, campanhas publicitárias e email marketing)
  • Não tenta satisfazer uma necessidade em específico

A verdade é que uma boa estratégia de marketing de conteúdos não aborda simplesmente os benefícios e vantagens de um produto ou serviço.

A mesma deve ser focada na satisfação de uma necessidade, além de promover os benefícios dos seus produtos ou serviços enquanto esclarece o cliente.

Lembre-se que os seus clientes têm uma necessidade ou desejo, por isso é importante perceber como é que vai pegar na mesma, e satisfazê-la.

Para alinhar os conteúdos com as estratégias de venda, é importante perceber qual é a sua necessidade mais urgente, e ao ter essa informação bem presente vai ser mais simples conseguir posicionar-se nessa linha.

Além disso, é importante ter em mente que não precisa criar uma estratégia de conteúdo sozinho.

Na maioria dos casos delegar a mesma a especialistas pode ser a diferença entre investir dinheiro e obter um bom retorno, ou estar a investir sem qualquer tipo de retorno.

Isto porque, escrever para um website não é igual a escrever para uma revista ou para os seus amigos. Existem técnicas, nomeadamente de SEO que devem ser seguidas.